O que é?

A culinária agroecológica é uma vertente que se diferencia da culinária tradicional pela relação e conexão que possui com os alimentos. Ou seja, há uma relação mais íntima e saudável com o alimento, à medida que é produzido com ingredientes provenientes dos quintais, substituindo muitos itens industrializados. Os quintais são os protagonistas da história. São eles que dão a base do que vai ser feito, visando o que tem disponível para a elaboração de novos pratos e ofertando maior diversidade de alimentos. Optar por usar as frutas da época; substituir ingredientes pelo que se tem disponível nos quintais; e usar em totalidade o que é ofertado, para produzir uma alimentação mais saudável e distante dos grandes mercados, são propostas da culinária agroecológica. A alimentação é um passo importante para aderir à agroecologia, juntamente com a valorização dos produtos dos quintais e a possibilidade de adequar receitas já conhecidas usando o que se tem em casa!

Por que aderir?

Aderir à culinária agroecológica é um processo importante para fortalecer a luta agroecológica, pois consiste na valorização dos quintais produtivos das mulheres, no incentivo à soberania e segurança alimentar e na geração de renda (se for para venda) e produção a baixo custo (se for para consumo próprio). Produzir uma alimentação baseada nos produtos dos quintais, além de reduzir os custos da produção também agrega o valor da criatividade na elaboração dos pratos, já que se tem maior liberdade para substituir os ingredientes que são mais caros e fora da estação por outros mais disponíveis, valorizando a produção das mulheres e/ou a economia local. Os alimentos agroecológicos são mais saudáveis e nutritivos, e utilizam, quase em totalidade, as partes das hortaliças, verduras e frutas, o que diminui consideravelmente o desperdício e agrega maior valor nutricional aos alimentos. Para a comercialização, os pratos da culinária agroecológica ofertam produtos que não estão em evidência nos grandes mercados, o que aumenta o escoamento da produção e valoriza quem os faz! Mudar a nossa relação com o alimento e beneficiar o que os quintais e lugares nos ofertam são passos importantes para o incentivo à transição agroecológica. A valorização de quem faz, o melhor aproveitamento dos produtos dos quintais e a oferta de comida de verdade, com maior qualidade nutricional, são também atos de amor!

Diversidade

A culinária agroecológica tem um trunfo nas mãos: a grande diversidade de pratos que podem ser elaborados e de ingredientes que podem ser usados. Muitos dos ingredientes ignorados na culinária tradicional são de grande valor na culinária agroecológica! Grande parte dessa diversidade acontece devido ao aproveitamento quase por completo das partes de verduras, hortaliças e frutas. Talos, sementes e cascas protagonizam inúmeras receitas e, além de diminuir o desperdício, possuem alto valor nutricional. As receitas agroecológicas ainda são altamente adaptáveis ao que se tem disponível nos quintais e em casa. Restos e sobras, considerados sem utilidade por muitas pessoas, dão novo sabor e nova configuração às receitas de base, e podem dar vida a novos pratos. A criatividade e a curiosidade são ingredientes fundamentais para as receitas agroecológicas, já que a curiosidade permite conhecer uma maior gama de hortaliças e aumentar as opções dentre as receitas, enquanto a criatividade permite criar e inovar receitas que já existem, adaptando-as ao que se tem disponível. Na culinária agroecológica ninguém sai perdendo! O alto rendimento das receitas e o maior aproveitamento dos ingredientes disponíveis são práticas sustentáveis, de alto valor nutricional e de baixo custo.

Fonte: Cartiha do Centro de Tecnologias Alternativas da Zona da Mata (CTA-ZM)

admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Horta Urbana e Quintal Agroflorestal

Ofereço serviços que adequarão seu espaço ao desejo de comer o que se planta e a relacionar o prazer de comer com a consciência e a responsabilidade ambiental, estabelecendo conexões entre “o prato e o planeta”.

Culinária Funcional

Muffin maracujá
Muffin maracujá low carb

Leva a dica!

X